domingo, março 01, 2015

Palmeira acelera para o regresso

- " Lateral a recuperar e ainda pode entrar nas contas
A recuperação de Palmeira para a receção ao Paços de Ferreira é a grande dúvida no plantel do Belenenses. Olateral-direito voltou a trabalhar com bola na 5.ª feira e ontem já se treinou sem qualquer limitação, acelerando assim para recuperar o seu lugar no onze.

Nos primeiros treinos da semana, ainda sem Palmeira em condições, Lito manteve no onze titular os mesmos jogadores que iniciaram o encontro na Madeira, que os azuis venceram por 2-1, com um golo nos últimos minutos.

Assim, caso Palmeira recupere completamente, deve voltar ao posto, podendo passar Nélson para lateral-esquerdo, como já aconteceu em várias partidas, e saindo Filipe Ferreira. Se não estiver a 100 por cento, continuará Nélson como defesa-direito. Ou seja, esta parece ser a única alteração prevista por Lito Vidigal para a receção aos pacenses, confirmando o mais lógico: a equipa ganhou, não se fazem alterações.

Homenagem

O Belenenses vai aproveitar o jogo com o P. Ferreira para homenagear a sua equipa feminina de voleibol ,que esta semana assegurou o apuramento para a Divisão de Elite. No intervalo, as jogadores vão subir ao relvado para receberem aplausos dos adeptos. Registe-se que, apesar de ser 2.ª feira à noite, a SAD espera “boa casa” devido ao atual momento da equipa.

sábado, fevereiro 28, 2015

Borrego com oito anos

- " LIGA EUROPA EM JOGO NO RESTELO
O acesso à Liga Europa na próxima temporada vai estar em jogo no Restelo por ocasião do encontro entre o Belenenses e o Paços de Ferreira, agendado para segunda-feira.

Para os azuis, uma vitória é não só a oportunidade de dar um passo decisivo rumo às competições europeias, como significa também matar um borrego que está a engordar há oito anos, período durante o qual não foi conseguida uma única vitória sobre os homens da Capital do Móvel em Belém.

Com a grande probabilidade de o sexto lugar proporcionar o acesso à Europa, os azuis podem consolidar essa posição, cavando para sete pontos a distância para o seu adversário desta jornada, mantendo a pressão sobre o V. Guimarães, que segue imediatamente acima.

Sem jogadores castigados ou lesionados e garantido que está o regresso de Miguel Rosa à titularidade, o técnico do Belenenses, Lito Vidigal, vai poder apresentar uma equipa na máxima força.

quinta-feira, fevereiro 26, 2015

Palmeira: «Seleção Nacional é um sonho»

- " DEFESA ACREDITA QUE PODE SER CHAMADO
Mário Palmeira falou esta quinta-feira na antevisão ao jogo de segunda-feira, frente ao P. Ferreira, da 23.ª jornada da Liga. O central/defesa-direito está a evoluir bem do toque sofrido num joelho, que o deixou de fora diante do Marítimo. O jogador espera ser titular no lado direito da defesa, lugar ocupado nos últimos jogos por Nélson. 

"Sinto-me bem e espero ser opção para o jogo com o Paços. Senti uma pequena dor no joelho depois do encontro com o Sporting, por isso não defrontei o Marítimo. Não me cabe decidir, compete-me trabalhar para dificultar as escolhas do treinador", vincou.

Palmeira falou também da qualidade do P. Ferreira e das dificuldades que espera encontrar, acrescentando que o objetivo permanência está assegurado e que, por isso, a Europa não está descartada. "Vamos defrontar uma equipa com qualidade mas queremos aumentar em 7 pontos a vantagem para o nosso adversário. A única pressão que sentimos é a da camisola que representamos.  O objetivo era a manutenção, agora pensamos apenas em divertirmo-nos no campo".

Palmeira referiu-se ainda aos rumores da saída de Lito Vidigal e abordou o excelente ambiente no balneário dos azuis: "O Lito ajuda-nos muito a evoluir de dia para dia, ele está connosco até ao fim. É um clube com um excelente ambiente e ideal para evoluir como jogador."

Mário Palmeira finalizou a conferência pedindo aos adeptos que apoiem mais a equipa. "Merecemos mais carinho por parte dos adeptos. Apelo a que compareçam no jogo frente ao Paços", pediu o defesa, não esquecendo o objetivo de representar a Seleção Nacional: "É um sonho. Compete-me trabalhar muito para alcançar esse objetivo, mas sei que é muito difícil".

«A nossa única pressão é vestir a camisola do Belenenses» - Palmeira

- " Depois de ter falhado o jogo com o Marítimo, devido a lesão, Palmeira diz-se pronto para voltar a ser opção no jogo da próxima segunda-feira, frente ao Paços.

«Tinha uma dor no joelho e descansei para poder recuperar para este jogo. Quase de certeza que deverei ser opção», explicou o jogador, que esta tarde foi o porta-voz da ambição do grupo de trabalho.

«O Paços é um a equipa com qualidade, mas queremos ganhar para alargar a nossa vantagem para sete pontos sobre o mesmo adversário», disse, afastando a ideia de a pressão estar do lado da equipa azul:

«O facto de estar a carregar a camisola do Belenenses é a única pressão que temos.»

Palmeira falou ainda sobre Lito Vidigal, desvalorizando os rumores em torno da saída do treinador: «É com ele que vamos até ao fim. Tem a confiança total dos jogadores, é o nosso capitão e ajuda-nos a evoluir todos os dias.»

Ricardo Dias: «Sinto que tenho de continuar a lutar»

 - " Jogador agarrou lugar mas não se acomoda
Entrou na segunda parte do jogo que o Belenenses venceu em Guimarães, por 1-0, apareceu pela primeira vez a titular no empate frente ao Sporting, no Restelo, e manteve o estatuto na vitória conseguida diante do Marítimo (2-1), na Madeira. Falamos de Ricardo Dias, jogador que completou ontem 24 anos e que, apesar do bom momento, não dá por garantida a titularidade no meio-campo dos azuis.

A verdade é que com o jogador contratado ao Beira-Mar em campo o Belenenses não sabe o que é perder. Coincidência? O médio desvaloriza o facto e mostra determinação. “Quando cheguei, a equipa estava também em boa posição. Treinei-me durante dois meses sem jogar e considero ter-se tratado de um período importante para a minha integração, depois de uma fase mais complicada em Aveiro. As oportunidades surgiram e as coisas estão a correr bem, mas sinto que tenho de continuar a lutar, porque a concorrência é forte”, sublinha.

Por falar em concorrência, Ricardo Dias reencontrou Pelé no Restelo, um companheiro da Seleção vice-campeã do Mundo de sub-20 na Colômbia, em 2011. “É um bom colega e um grande profissional. Damo-nos bem dentro e fora do campo”, afirma, dando a ideia de que ambos podem atuar no centro do meio-campo em qualquer ocasião.

Projeção

Formado no FC Porto e com contrato válido até ao final da temporada 2017/18, Ricardo Dias sente que está num clube que lhe dá mais visibilidade, mas por enquanto só quer ajudar os azuis “a chegar longe”. “Estive na Seleção nos escalões jovens, mas neste momento só me preocupo em ajudar o Belenenses. Tenho de aproveitar este momento para evoluir como jogador e como pessoa”, conclui.

quarta-feira, fevereiro 25, 2015

«Felizmente a oportunidade surgiu» – Ricardo Dias

Ricardo Dias
- " O médio Ricardo Dias, que foi inscrito pelo Belenenses no mercado de inverno, está satisfeito por ter garantido a titularidade nos dois últimos jogos (Sporting e Marítimo).

«Já estava a treinar há dois meses e foi um período importante para a minha integração na equipa. Agora, felizmente a oportunidade surgiu. Acho que as coisas estão a correr bem e espero que assim continue», afirmou Ricardo Dias.

O médio deu o salto na carreira do Beira-Mar para o Belenenses.

«Passei uma fase complicada em Aveiro e aqui no Belenenses tenho outra visibilidade. É um clube com outra visibilidade e história, onde as pessoas acompanham com mais atenção.»

Ricardo Dias também abordou os objetivos para a presente temporada.

«Quero ajudar o clube com vitórias e com o meu trabalho, que seja possível ganhar os jogos que temos pela frente e chegar o mais longe possível.»

Gripe faz mossa em Belém

Carlos Martins
- " O treino do Belenenses ficou marcado por vários jogadores afetados com sintomas gripais.

João Meira ficou de fora por causa de uma gripe, Tiago Caeiro teve de sair logo no início da sessão por estar engripado.

Depois, o médio Carlos Martins ainda conseguiu realizar a primeira parte da sessão, mas depois começou com dores de cabeça e ficou de fora da peladinha.

Mário Palmeira e Rodrigo Dantas prosseguiram na recuperação às respetivas lesões. O primeiro deverá ser integrado no treino de quinta-feira e o segundo na sexta-feira.

O guarda-redes Filipe Mendes prossegue a recuperação a longa lesão e fez alguns exercícios com bola e corrida.

Palmeira e Dantas recuperáveis

Palmeira
- " A BOLA revela que o defesa Mário Palmeira e o médio Rodrigo Dantas, que falharam o jogo com o Marítimo por estarem lesionados, podem estar aptos para o próximo desafio, frente ao Paços de Ferreira, marcado para segunda-feira, às 20 horas.

terça-feira, fevereiro 24, 2015

Presidente defende continuidade de Lito Vidigal

Lito Vidigal
- " Patrick Morais de Carvalho elogia o trabalho de Lito Vidigal e defende que o treinador deve continuar no comando técnica equipa na próxima temporada.

«Lito Vidigal é alguém muito importante na estrutura do clube. No ano passado, fez um trabalho meritório ao salvar o clube da descida, que tinha sido cenário trágico. Quando o clube for chamado a opinar sobre essa situação, a nossa posição será favorável à continuidade do treinador», disse o presidente em declarações à Antena 1, onde também falou sobre os objetivos da equipa:

«Inicialmente, os objetivos do Belenenses eram modestos mas os excelentes resultados e o comportamento excecional da equipa permitem recentrar os objetivos, olhando para cima. Não como esconder que o objetivo passa por atingir o quinto lugar.»

segunda-feira, fevereiro 23, 2015

Presidente espera da Câmara tratamento igual ao que for dado ao Benfica

Patrick Morais de Carvalho

-  " Os responsáveis do Belenenses vão estar atentos à decisão da Assembleia Geral da Câmara Municipal de Lisboa sobre a possibilidade de isentar o Benfica do pagamento de 1,8 milhões de euros em taxas urbanísticas.

«A posição do Belenenses é clara: no futuro exigirá igual tratamento. Entendemos que se deve cumprir a Lei, acreditamos que vigorará o bom senso e, o que vier a ser determinado pela Assembleia Municipal e pelo executivo relativamente ao Benfica, acabará por fazer doutrina em relação aos outros clubes», disse Patrick Morais de Carvalho em declarações à rádio Antena 1.

O presidente do clube do clube do Restelo lembrou que, «para instituições de utilidade pública», existe a possibilidade de «redução de 50 por cento das taxas municipais ligadas aos índices de construção».

Belenenses exige isenção como a do Benfica

- " O presidente do clube azul, Patrick Morais de Carvalho, diz que estão atentos à decisão da CML e querem receber igual tratamento. Em relação ao futebol, gostava de ver Lito Vidigal continuar à frente dos destinos da equipa principal e quer ver os objetivos redefinidos para se lutar pela Europa
A Câmara Municipal de Lisboa (CML) concedeu ao Benfica a isenção das taxas urbanísticas no projeto de requalificação da área circundante ao Estádio da Luz (o assunto vai ser discutido, ainda, na Assembleia Municipal de Lisboa), no valor de 1,8 milhões de euros, e o Belenenses foi o primeiro a vir a público exigir igualdade de tratamento.

"O que for dado ao Benfica tem de ser dado ao Belenenses, ao Sporting e a qualquer outro clube. Estaremos atentos a esse dossiê", disse ao Diário de Notícias o presidente do clube azul, Patrick Morais de Carvalho, que acrescentou que o clube do Restelo espera ser tratado "da mesma forma", aguardando por uma decisão com "bom senso". O dirigente lembrou que as instituições de utilidade pública, como Benfica e Belenenses, têm direito a 50% de isenção, mas a autarquia concedeu aos encarnados a isenção total.

Noutro âmbito, nomeadamente sobre futebol, e em declarações à Rádio Renascença, Patrick Morais de Carvalho espera que o objetivo inicial da manutenção seja trocado por outro mais ambicioso, de luta por um lugar nas provas europeias... e de preferência com o treinador Lito Vidigal mais tempo no clube: "O Lito Vidigal, para além de ter evitado a descida na época passada e de ter aberto outros horizontes ao clube, esta época tem feito um trabalho notável. E esse trabalho, de qualidade, deve ser reconhecido, enaltecido e premiado. Não vemos nenhuma razão para a não continuidade do Lito Vidigal. Se formos chamados a opinar teremos uma opinião muito positiva. E ele próprio é um Belenenses. E tem de haver reformulação dos objetivos. Não há como esconder que o objectivo do Belenenses tem que ser diferente daquele que era no início da época. Temos de olhar para o quinto lugar", afirmou.

Nélson: «Queremos o 5.º lugar»

- " Admite que os azuis têm objetivo definido
O lateral Nélson, um dos jogadores mais experientes do Belenenses, não teve pejo em admitir que a sua equipa está focada em atingir uma posição europeia.

“O nosso objetivo para este jogo era vencer, mesmo sabendo que era difícil. No início da época, a nossa ambição não era a Europa, mas a equipa tem conseguido manter um nível exibicional muito bom, pensando sempre em ganhar todos os jogos. Pelo que, nesta altura, estamos no bom caminho, para aquele que é o nosso objetivo: tentar chegar ao 5.º lugar. Não o vamos esconder”, salientou o defesa.

Para Nélson, fundamental é o grupo manter este espírito. “Sentimos que podemos dar continuidade a este trabalho. Esta equipa é um misto de experiência e juventude, e nós, os mais velhos, tentamos juntar a união e o querer. Temos sabido definir os jogos da melhor forma e vamos ganhando confiança para continuar a sonhar com esse objetivo”, assinalou o jogador, de 31 anos.

Isenções. Belenenses exige ser tratado como o Benfica

Isenções. Belenenses exige ser tratado como o Benfica
- " Câmara de Lisboa empurra para a Assembleia Municipal a decisão sobre taxas urbanísticas. Apesar das críticas da oposição, a medida deve ser aprovada.
A decisão sobre a isenção do Benfica de pagar 1,8 milhões de euros em taxas urbanísticas está nas mãos da Assembleia Municipal de Lisboa (AML), mas levanta já um coro de críticas da oposição. E, entretanto, outro emblema de peso na capital, o Belenenses, também já diz que vai estar "atento".
Patrick Morais de Carvalho, presidente do clube, exige "igualdade de tratamento" e vinca ao DN: "O que for dado ao Benfica tem de ser dado ao Belenenses, ao Sporting e a qualquer outro clube." O dirigente dos azuis do Restelo assinala que a lei prevê a redução de 50% nas taxas para instituições com estatuto de utilidade pública - como o Benfica e o Belenenses - mas, a ser aprovada a proposta da Câmara Municipal de Lisboa (CML), que fixa a isenção em 100%, garante que vai exigir ser tratado "da mesma forma".
Leia mais na edição impressa ou no e-paper do DN

Lito Vidigal "Reconheço que no fim tivemos alguma felicidade"


- " Lito Vidigal, treinador do Belenenses, reconheceu que a equipa foi feliz no encontro deste domingo na Madeira, frente ao Marítimo (2-1).
Exibição: "Acho que foi um jogo bem disputado e interessante. Começou com muito equilíbrio e, depois de termos feito o 1-0, o Marítimo criou-nos dificuldades. Na segunda parte conseguimos equilibrar e, com boa organização nossa, fomos encaixando no adversário, mas reconheço que no fim tivemos alguma felicidade"

Felicidade na vitória: "Foi uma vitória feliz, mas houve penálti e a vitória cai bem à minha equipa, que tem trabalhado muito. Sempre quis vencer, por isso coloquei em campo os jogadores mais ofensivos que tinha à disposição".

Objetivo: "O nosso objetivo era a manutenção e já o conseguimos, agora temos sonhos e ambições, por isso, vamos continuar na procura da melhor classificação possível."

domingo, fevereiro 22, 2015

Lito Vidigal: «Foi uma vitória feliz»

 - " Destaca que a equipa merecia os três pontos
Lito Vidigal mostrou-se este domingo muito satisfeito com a atitude do Belenenses, que conduziu a uma importante vitória no terreno do Marítimo.

"Acho que foi um jogo bem disputado e interessante. Começou com muito equilíbrio e, depois de termos feito o 1-0, o Marítimo criou-nos dificuldades. Na segunda parte conseguimos equilibrar e, com boa organização nossa, fomos encaixando no adversário, mas reconheço que no fim tivemos alguma felicidade. Foi uma vitória feliz, mas houve penálti e a vitória cai bem à minha equipa, que tem trabalhado muito. Sempre quis vencer, por isso coloquei em campo os jogadores mais ofensivos que tinha à disposição", afirmou no final do encontro.

O técnico admite outros sonhos e ambições para o que falta da época. "O nosso objetivo era a manutenção e já o conseguimos, agora temos sonhos e ambições, por isso, vamos continuar na procura da melhor classificação possível."

Lito Vidigal: «Tivemos alguma felicidade»


Lito Vidigal: «Tivemos alguma felicidade»

- " Treinador do Belenenses fala num jogo equilibrado e reconhece que a equipa foi feliz

Lito Vidigal, treinador do Belenenses, em declarações no final da vitória sobre o Marítimo (2-1), nos Barreiros:

«Foi um jogo bem disputado, interessante. Equilibrado de início até ao nosso golo. O Marítimo criou-nos algumas dificuldades até ao intervalo mas a partir daí organizámo-nos e encaixámos bem no adversário. No fim tivemos alguma felicidade. 

Acho que foi penálti e foi uma vitória feliz e que cai bem à minha equipa que tem trabalhado muito. Sempre quis vencer por isso coloquei em campo os jogadores mais ofensivos que tinha. 

Luta pela Liga Europa? O objetivo era a manutenção e já o conseguimos, agora nós temos sonhos e ambições. Vamos continuar a trabalhar procurando a melhor classificação para nós. Vamos encarar todos os jogos com a intenção de vencer.»

Marítimo-Belenenses, 1-2 (crónica)

Marítimo-Belenenses, 1-2 (crónica)

 - "Leonel Pontes não cumpre exigência presidencial

O presidente do Marítimo, Carlos Pereira, exigiu a Leonel Pontes um novo ciclo de vitórias, logo após o desaire caseiro diante do Gil Vicente. Depois de ter vencido fora o Penafiel, os verde-rubros voltaram às derrotas e em casa, reforçando o clima de instabilidade que parece regressar ao clube.

Com a derrota, os madeirenses perderam também mais uma possibilidade de se aproximarem dos lugares cimeiros.

Quanto ao jogo, aos 25 minutos o Belenenses marcou o primeiro golo. Livre da direita marcado por Carlos Martins e Abel Camará saltou melhor do que João Diogo e Gegé e contou com a ajuda de Salin que saiu mal entre os postes, tornando mais fácil o cabeceamento que resultou no golo dos azuis do Restelo.

Confira a ficha de jogo e as notas dos jogadores

Mas a resposta não tardou. Aos 29 minutos - e na sequência de uma falta à entrada da área sobre Alex Soares que nos pareceu mal marcada da parte do árbitro Vasco Santos - os madeirenses voltaram a repor a igualdade no jogo num grande golo de Edgar Costa. Livre direito marcado de forma exemplar pelo extremo verde-rubro.

Perto do intervalo, Ebinho ganhou a bola à entrada da área mas isolado na cara de Ventura mandou de forma escandalosa ao lado, naquela que foi a melhor oportunidade da primeira parte do Marítimo, para além do golo.

Primeiros 45 minutos dos madeirenses nos quais houve muita posse e circulação de bola mas onde faltou (uma vez mais) maior acutilância ofensiva, um problema que tem sido recorrente esta época.

Ao intervalo, Leonel Pontes viu-se forçado a fazer a primeira substituição ao lançar Xavier no lugar do lesionado Danilo Pereira, tendo Edgar Costa recuado para o meio-campo.

A primeira oportunidade da segunda parte pertenceu ao Belenenses numa bola perdida de Bruno Gallo dentro de área, com Rui Fonte, em boa posição, a falhar o golo de forma incrível, permitindo a defesa de Salin.

Pelé, no papel de herói: veja os destaques do jogo

O Marítimo sentiu, e muito, a saída de Danilo Pereira, e por essa mesma razão Leonel Pontes tentou melhorar o meio-campo com a entrada do estreante Éber Bessa e com a saída do apagado Alex Soares.

Mas a alteração não surtiu efeito e na segunda parte os azuis do Restelo eram mais fortes no meio-campo e conseguiam com maior facilidade parar as investidas atacantes do Marítimo, que facilmente se tornou uma presa fácil para os lisboetas.

Mesmo sem fazer muito por isso, já que também poucas oportunidades teve na segunda parte, o Belenenses chegou ao 2-1 na sequência de uma falta de Salin dentro de área sobre Fábio Nunes. Na conversão da grande penalidade, Pelé não desperdiçou, provocando mais uma derrota ao Marítimo esta época.

Belenenses vence no campo do Marítimo (2-1)

Pelé (autor do golo da vitória)
- "O Belenenses foi vencer, este domingo, ao recinto do Marítimo, por 2-1, em jogo da 22.ª jornada da Liga portuguesa.

Abel Camará (25) e Pelé (90 gp) marcaram para o Belenenses e Edgar Costa (29) para o Marítimo.

sábado, fevereiro 21, 2015

«Temos a ambição para voar mais um pouco» – Jorge Maciel

plantel viaja para a Madeira
- " O treinador adjunto do Belenenses, Jorge Maciel, realçou a ambição da sua equipa em garantir a vitória na deslocação ao terreno do Marítimo, em jogo da 22.ª jornada da Liga portuguesa.

Vamos lá com o nosso brio e com ambição, que é a nossa característica identitária. No fim da primeira volta estávamos numa espécie de gaiola dourada e agora ganhámos ambições para voar um pouco. Temos a responsabilidade de estar na sexta posição. O Marítimo tem uma boa equipa, mas nós já estamos precavidos e queremos recuperar os pontos perdidos com o Sporting», afirmou Jorge Maciel.

O médio Miguel Rosa (castigado), o guarda-redes Filipe Mendes, o médio Rodrigo Dantas e o defesa Palmeiras ficaram de fora.

Lito confirma contacto "indireto" da Académica

- " TÉCNICO E A SUCESSÃO NA EQUIPA DA BRIOSA
Lito Vidigal, treinador do Belenenses, confirmou ontem à TVI que foi sondado para treinar a Académica, depois da saída de Paulo Sérgio.

“Diretamente não fui contactado; indiretamente fui, mas não interessa falar sobre isso”, disse. O técnico falou também das notícias sobre a possibilidade de Sá Pinto lhe suceder: “Se eu não ficar no Beleneneses e for ele, desejo-lhe sorte.”

sexta-feira, fevereiro 20, 2015

Tiago Caeiro: «Vamos tentar ir buscar os três pontos»


 - " Esquece empate com Sporting e já pensa no Marítimo
Tiago Caeiro, avançado do Belenenses, garante que os azuis vão ultrapassar da melhor maneira os pontos perdidos contra o Sporting, na jornada anterior, apesar de o golo sofrido no derradeiro lance ter deixado a equipa em choque.

“Claro que o sentimento era de tristeza, pela forma como sofremos o empate no último lance, mas não vale a pena estarmos ainda a pensar nisso. Esse resultado está feito, vamos tentar ir buscar os três pontos à Madeira”, disse, referindo-se ao encontro contra o Marítimo.

O atacante acredita mesmo que os azuis podem voltar aos triunfos já na próxima jornada, apesar das dificuldades que o Marítimo impõe nos jogos em casa. “Esperamos uma vitória. Estudámos bem o adversário, sabemos o que temos de fazer para vencer e estamos preparados para isso”, rematou Tiago Caeiro.

Tiago Caeiro de “pedra e cal” no Belenenses

Tiago Caeiro
- " Na antevisão do jogo do Belenenses contra o Marítimo, o ponta de lança Tiago Caeiro fez questão de realçar que, embora não tenha sido opção nos últimos encontros, tenciona permanecer no emblema de Belém.

«Trabalho sempre para jogar, seja como titular ou para entrar no decorrer da partida. Gosto muito do clube, do ambiente e dos adeptos por isso estou de “pedra e cal” no Belenenses».

Em relação ao jogo do próximo domingo, o jogador português disse esperar uma vitória: «Estudamos o adversário e sabemos o que temos de fazer para vencer».

Acerca da já assegurada manutenção, objetivo traçado pelo clube no início da temporada, o avançado de 30 anos afirmou que tinha sido uma surpresa para alguns.

«Ninguém esperava, nem mesmo alguns jogadores, mas sempre acreditamos em nós e que era possível alcançar a meta desejada. Vamos pensando jogo a jogo e no final fazemos as contas».

O Belenenses viaja no próximo sábado ao início da tarde para a Madeira, onde defrontará o Marítimo na tarde de domingo em jogo a contar para a 22º jornada da primeira liga.

Maisfutebol na TVI24: Lito Vidigal em estúdio

Maisfutebol na TVI24: Lito Vidigal em estúdio

- " Treinador do Belenenses é o convidado do programa

Sexta-feira é dia de Maisfutebol na TVI24, e neste dia 20 de fevereiro o programa vai contar com um convidado: Lito Vidigal, treinador do Belenenses, uma das equipas-sensação da Liga, vai estar em estúdio.

A campanha do Belenenses será naturalmente analisada, depois do empate com o Sporting. Os comentadores Pedro Barbosa, Pedro Ribeiro, Nuno Madureira e Tomaz Morais vão ainda analisar a última jornada da Liga e perspetivar a 22ª ronda da prova, sem esquecer os jogos europeus de FC Porto e Sporting.

Apresentado por Andreia Sofia Matos, o programa começa às 22h30. Esperamos por si!

quinta-feira, fevereiro 19, 2015

Fábio Nunes: «Psicologicamente sou muito forte»

 - " Avançado português espera jogar mais 
Fábio Nunes falou esta quinta-feira na antevisão ao jogo de domingo frente ao Marítimo, da 22.ª jornada da 1.ª Liga. O médio do Belenenses afirma que a equipa não ficou afetada com o empate frente ao Sporting nos últimos segundos, garantindo que o grupo está forte para o jogo na Madeira. "Não, porque um empate frente a um grande é sempre positivo. O grupo continua unido. O Marítimo é uma equipa forte, principalmente em casa mas tudo faremos para conquistar os três pontos", referiu.

O avançado comentou que o facto de jogar pouco não o afeta psicologicamente, respondendo ainda sobre a possibilidade de substituir o castigado Miguel Rosa, nas opções de Lito Vidigal. "Espero mais oportunidades, trabalho sempre para jogar mais. Se a escolha recair em mim, farei o melhor trabalho possível. Um jogador pensa sempre em jogar mais, mas psicologicamente sou muito forte, as escolhas deixo para o treinador. Claro que podia render mais, se tivesse mais oportunidades para jogar", acrescentou.

Por fim Fábio Nunes fez ainda um balanço da sua estreia na 1.ª Liga e das possibilidades do Belenenses chegar às competições europeias. "No pouco tempo que tenho, acho que fiz bons jogos. Olhamos para a Europa, isso seria um sonho. Estamos a trabalhar para isso e quem sabe não podemos lá chegar", concluiu.

«Se me dessem mais oportunidades...» - Fábio Nunes

Fábio Nunes
- " Apesar de estar a ser pouco utilizado por Lito Vidigal no Belenenses, o avançado Fábio Nunes considera que tem correspondido sempre que foi chamado a ajudar a equipa.

«Sempre que deram oportunidades, mostrei o meu valor. E se me dessem mais ainda, viam um Fábio Nunes melhor. Acho tenho estado bem no pouco tempo que tenho jogado. Fiz dois golos na Taça de Portugal e acho que tenho feito bom trabalho», disse em conversa com os jornalistas, onde projetou a deslocação ao campo do Marítimo, no próximo domingo:

«É um adversário complicado, um terreno complicado mas vamos fazer tudo para ganhar»

O golo sofrido nos descontos frente ao Sporting “roubou” os três pontos ao Belenenses mas não desmotivou os jogadores: «A equipa não ficou afetada. O empate não é mau. É claro que a vitória seria melhor mas o grupo continua unido.»

O quinto lugar, que dá acesso às competições europeias, está a apenas cinco pontos, pelo que esse é um objetivo que continua ao alcance da equipa: «É um sonho alcançar um lugar europeu. Estamos a trabalhar para isso e, quem sabe, vamos conquistar esse lugar.»